RH Ágil – Mais humanos e menos recursos: O desafio da gestão de pessoas nas organizações do século XXI

Nota: 10.

Resumo: Sem desprezar a importância histórica dos conceitos de Taylor e Fayol, não há mais espaço, no mundo atual, para a velha autocrática organização do trabalho, ainda presente em muitas organizações mais de um século depois. Para sobreviver a tantos desafios decorrentes do avanço da tecnologia, e a um mundo cada vez mais complexo, as organizações precisam revolucionar sua forma de trabalhar. Só assim podem resolver problemas crônicos de lentidão, ineficiência, burocracia e falta de inovação. A resposta para tantas mudanças tem sido a implantação do chamado mindset ágil, cuja origem remonta aos princípios e valores do Manifesto Ágil, assinado em 2001 e para muitos considerado o momento de transformação do mundo do trabalho.
Um dos princípios centrais desse novo modelo é finalmente colocar o ser humano no centro das decisões. A implantação do mindset Ágil é um processo longo e que impacta a cultura e por isso a área de Recursos Humanos tem grande responsabilidade na sua promoção dentro das organizações, principalmente em razão do relevante papel do RH como guardião e direcionador dessa nova cultura. Não tenho dúvidas de que a área é a verdadeira protagonista em todo esse processo de transformação.
Isso tem implicado a mudança do próprio RH. Ou seja, enquanto lidera a promoção do mindset ágil dentro da empresa, a área também deve se tornar ágil e rever sua própria maneira de trabalhar. Simultaneamente, temos que rever os processos que nós, líderes e gestores de pessoas, somos responsáveis dentro das organizações: avaliação de desempenho, preparação da liderança, capacitação e os bons exercícios de feedback, redesenho da própria organização e revisita de todo o processo de recrutamento e seleção, admissão e desligamento. Além disso, também devemos olhar com bastante atenção para os parceiros de negócios, os HR Business Partners. Como consultores internos de RH, esses profissionais são fundamentais na implantação dos novos processos de gestão de pessoas, na revisão das estruturas organizacionais, do novo mindset e da nova cultura.
Todos esses temas são explorados e aprofundados neste livro dedicado ao RH Ágil. Criado com maestria pelos autores como um guia de bolso, rápido, direto ao ponto, focado em práticas, mas ao mesmo tempo considerando as teorias e seus autores, trata-se de um excelente Norte para colocar a área de RH nesse novo contexto e momento, e, principalmente, nos preparar para o presente e o futuro. Como RHs, temos não só a obrigação de lermos esse livro, mas também de estudarmos em profundidade seu conteúdo.