Arquivo da tag: golang

List directory in Go

You can try using the ReadDir function in the io/ioutil package. Per the docs:

ReadDir reads the directory named by dirname and returns a list of sorted directory entries.

The resulting slice contains os.FileInfo types, which provide the methods listed here. Here is a basic example that lists the name of everything in the current directory (folders are included but not specially marked – you can check if an item is a folder by using the IsDir() method):

package main

import (
    "fmt"
    "io/ioutil"
     "log"
)

func main() {
    files, err := ioutil.ReadDir("./")
    if err != nil {
        log.Fatal(err)
    }

    for _, f := range files {
            fmt.Println(f.Name())
    }
}

https://stackoverflow.com/questions/14668850/list-directory-in-go

Go em Ação

Nota do livro: 10.

Conteúdo

O desenvolvimento de aplicações pode ser bem complicado, mesmo quando não estamos lidando com problemas de programação de sistemas complexos, como concorrência em escala web e desempenho de tempo real. Embora seja possível resolver esses problemas comuns com ferramentas e frameworks adicionais, Go já vem pronto para lidar com eles, deixando a experiência de programação muito mais natural e produtiva. Desenvolvida no Google, a eficácia da linguagem Go confere agilidade tanto a startups quanto a empresas de grande porte – companhias que dependem de serviços de alto desempenho em sua infraestrutura.

Go Em Ação é um livro para qualquer desenvolvedor de nível intermediário, com experiência em outras linguagens de programação, que queiram um início imediato no aprendizado de Go ou melhor compreensão da linguagem e de sua organização interna. Esta obra oferece uma visão detalhada, abrangente e idiomática de Go. Ela está concentrada na especificação e na implementação da linguagem, incluindo assuntos como sintaxe da linguagem, sistema de tipos de Go, concorrência, canais e testes.
Conteúdo do livro

– Especificação e implementação da linguagem
– Sistema de tipos de Go
– Organização interna das estruturas de dados de Go
– Testes e benchmarking

Este livro pressupõe que você seja um desenvolvedor atuante, proficiente em outra linguagem como Java, Ruby, Python, C# ou C++.