Atalhos para lhe ajudar com o Docker

– docker images: lista toda as imagens, como seus nomes criados aleatoriamente ou não,
– docker run: cria os containers,
– docker exec: serve para executar alguma coisa no container,
– docker kill [nome da maquina] : matando um processo travado,
– docker start [nome do container] : revivendo containers já criados,
– docker inspect [nome do container] : quando a máquina estiver UP podemos ver o que tem na máquina, inclusive o IP,
– docker pull: faz o download de imagens,
– docker run -it -v $(pwd):/tmp [nome do container] bash: o -v é de volume e o $(pwd) pega o caminho local e cria a pastatmp,
– docker ps: acompanha os containers em execução,
– docker run —link mysql:db -it ubuntu bash: o uso do —link serve para não fixar o IP, assim criaríamos um ALIAS db,
– docker rm $(docker ps -qa): removendo todos os containers,
– docker rmi [nome da imagem]: removendo todas as imagens,
– docker run —rm -it ubuntu bash: instanciando um container que não será persistido,
– docker commit -m “Instalação do Apache” [nome ou id do container] [imagem]/apache: está salvando um FORK da máquina UBUNTU com o APACHE,
– docker run -it -p 8080:80 ubuntu/apache bash: a porta 8080 é dá máquina física e o 80 é do container,
– docker exec -it [nome do container] bash: nós deixa entrar na linha de comando do container.

 

Imagem x Máquina(Container)
Quando você está usando o Docker você precisa de uma imagem, isso quer dizer que a imagem poderá ser reutilizada várias vezes, já a máquina não sempre será criar uma nova caso você não chame a antiga pelo NAME.
– docker images: lista toda as imagens, como seus nomes criados aleatoriamente ou não.
– docker ps -a: lista toda as máquinas criadas já.

 

.Dockerfile
<!— inicio —>
FROM ubuntu//imagem base
RUN apt-getupdate&&apt-getinstall-y apache2//executa a instrução de instalação do Apache
EXPOSE80
ADD app/ /var/www/html
COPY app/ /var/www/html/app
CMD[“/usr/sbin/apache2ctl”,”-D”,”FOREGROUND”]
<!— fim —>
– docker build-t ubuntu/apache: compilando e gerando a imagem,
– docker run -d -p 80:80 ubuntu/apache: rodando em primeiro plano com o FOREGROUND.

 

docker-compose.yml
<!— inicio —>
db:
  image:mysql
  volumes:
   -~/blog_alura/database/:/var/lib/mysql/
  environment:
   -MYSQL_ROOT_PASSWORD=teste123
blog:
  image:wordpress
  environment:
   -WORDPRESS_DB_PASSWORD=teste123
  links:
   -db:mysql
  ports:
   -80:80
<!— fim —>
– docker-compose up -d: executa uma série de comandos, o-d deixa rodando em BACKGROUND,
– docker-compose kill: força a parada dá máquina,
– docker-compose rm: remove máquina que foi criada via COMPOSE,